Bad Hair Day: 3 produtos para ajudar

Quem nunca teve aqueles dias em que seu cabelo parece que tem vontade própria. Isso é muito comum, mas pode relaxar porque nem sempre você precisa lavar o cabelo de novo quando isso acontece.

Então confira as nossas dicas para te ajudar no bad hair day!


Óleo capilar
Se o seu bad hair day tem pontas ressecadas e os fios com aquele aspecto de cabelo opaco e sem brilho, o óleo capilar pode ser uma ótima opção para lidar com o problema. Além disso ele é perfeito para devolver os nutrientes perdidos e acabar com os danos.

As cacheadas passam por isso várias vezes: você vai dormir com os cachos lindos e definidos, mas de manhã estão totalmente amassados.
Se você acordou assim e que deixá-los bonitos sem precisar lavar, o creme para cachos é a solução para devolver a definição e você pode fazer isso com eles secos.

Leave in 
Outro problema é o frizz. Ele é um problema muito comum e que incomoda muito as mulheres com todos os tipos de cabelo.
O leave in ajuda a deixar os fios hidratados e macios, controlando os fios rebeldes.

Conheça os nossos produtos para te ajudar nessa bad hair day

Cabelo poroso: como identificar e tratar

Em busca das madeixas perfeitas costumamos fazer muitas coisas. Hidratamos, colorimos, alisamos, relaxamos e o resultado final é o tal cabelo poroso.

Porém, durante o processo de busca, esquecemos de prestar atenção à saúde dos fios.
Mas não se preocupe, porque explicaremos o que é morosidade e como tratar.

O que é o cabelo poroso?


A porosidade é responsável pelo aspecto áspero, sem elasticidade e quebradiço dos fios. O cabelo poroso ocorre quando as escamas do fio de cabelo se abrem permanentemente.

Quando isso ocorre, a absorção de nutrientes se torna mais difícil, o que deixa as madeixas mais vulneráveis à ação do vento, sol, poluição, sal, etc, além de fazer com que produtos não sejam absorvidos.

Quais são os graus de porosidade do cabelo.

– Baixa porosidade
Quer dizer que a cutícula está bem fechada, o que dificulta a penetração dos creme e óleos, dificultando a absorção de tratamentos e também da água. Esse nível não costuma a ter aperto elástico.
– Média porosidade
Os fios de média porosidade têm as cutículas meio abertas, nesse caso, eles têm uma facilidade maior de absorver e manter tanto a água quantos os nutrientes ou químicas de produtos capilares.
– Alta porosidade
O com alto grau de porosidade tem cutículas muito abertas, o que confere o aspecto ressecado e favorece o aparecimento de frizz. Ele absorve e perde água com muita facilidade. Além de serem opacos e fácil de embaraçar.

Como fazer teste de porosidade?


Coloque um fio de cabelo em um copo com água filtrada. Deixe o fio ali por 10 minutos. Se o fio afundar, significa que o seu cabelo está com um alto nível de porosidade. Se o fio ficar no meio do copo, a porosidade do seu cabelo é média. E, por fim, se o fio boiar, significa que o seu cabelo tem porosidade baixa.

Como tratar?

O tratamento dependerá do nível de porosidade do seu cabelo.

– Para o de baixa porosidade
Foque na hidratação. Uma dica é molhar o cabelo com água morna para fazer com que as escamas se abram um pouco e o tratamento possa ser melhor absorvido.

– Para o de média porosidade
Embora o de média porosidade indique que o seu cabelo está saudável, isso não significa que os tratamentos devam ser ignorados. Faça uma nutrição capilar.

– Para o de alta porosidade
Faça uma reconstrução capilar, pois é o nível que mais necessita de tratamento.

Conheça as nossas máscaras de hidratação, nutrição e de reconstrução capilar.


Escova progressiva: como cuidar?

Você fez a sua escova progressiva e seu cabelo está de arrasar! Acabou, certo? Errado! Agora vem a parte que você precisa cuidar para ele ficar saudável, liso e arrasador.



Seu cabelo precisa de um tratamento pós-química. E hoje falaremos um pouco sobre esses cuidados.

– Lavar os cabelos consecutivas vezes, tira a escova progressiva?


Mito, na verdade, os shampoos antirresíduos e as lavagens frequentes apenas causam o excesso de frizz e ressecamento, deixando os cabelos sem um formato definido e armado.
Dependendo do tipo de escova, o ideal é esperar 48 horas para fazer a primeira lavagem. A progressiva cria uma espécie de capa sobre os fios, que dura de 30 a 40 lavagens.

– Cauterização e reconstrução


Faça uma reconstrução ou cauterização rica em queratina, arginina e outras proteínas. Esses dois ajudam a manter a escova por mais tempo, já que eles fecham as escamas dos fios.

– Trate sempre


Após fazer a escova, é hora de hidratar e tratar profundamente os fios. A hidratação traz o movimento aos fios e sela as cutículas, prologando o efeito.
As máscaras nutritivas também são uma ótima aliada para esse tipo de fio, pois elas vão repôr a camada lipídica.

– Seque


Como a progressiva é um tratamento termoativado, o uso do calor reforça a ação do produto.

– Cuidado com as colorações


Intercale a escova e a tintura com um tempo de 15 dias. Isso garante que a coloração não desbote e dá um melhor resultado para escova progressiva, além de diminuir os riscos de danos severos por incompatibilidade química 

– Atenção à proteção térmica


Antes de seca, lembre-se de proteger os fios com leave-in com proteção térmica. Isso evita com que as escamas abram e o efeito da escova progressiva acabe.

Conheça a nossa linha de leave-in e proteja os seus fios!

Efeito build up: o que é e como evitar

Você sente que por mais que faça hidratação o seu cabelo não surti o efeito desejado? Você pode ser vítima do efeito build up.

O que é o efeito build up?

Usamos diariamente produtos como condicionador, máscaras, óleos e cremes para pentear. Se não removermos esses produtos adequadamente, eles continuarão em nossa fibra capilar, camada sobre camada, formando o chamado efeito build up.

Essa sobreposição faz com que o cabelo se torne opaco e pesado, e não importa quantas hidratações você faça, não terá efeito.

Como identificar o efeito build up?

Uma das formas mais fáceis é olhando no espelho, porque ele tende a ficar opaco, perder o movimento e se adquirir um aspecto pesado.

Além disso, alguns sinais como a coceira podem ser indicações de que algo esta errado.

Como tratar o cabelo? 

O efeito build é fácil de ser combatido. Basta utilizar um shampoo de limpeza profunda.
Esse shampoo será responsável por abrir a sua fibra capilar e retirar qualquer impureza que estiver ali dentro. Não é recomendado o uso diário.

Como evitar o efeito build up?

Utilize o shampoo de limpeza profunda pelo menos 1 vez na semana ou a cada 15 dias. Na hora de aplicar o condicionador, cremes e máscaras, procure manter distancia de pelo menos 2cm da raiz do cabelo, pois esses produtos tendem a aumentar o acumulo nos fios.
Na hora de enxaguar, certifique-se de ter removido o produto por completo.


Agora que você já sabe um pouco sobre o efeito build up e entendeu por que algumas hidratações podem não estar surtindo o efeito desejado no seu cabelo, conheça nossos produtos.

Espinha no couro cabeludo

Elas são pra lá de doloridas e podem aparecer em qualquer parte do couro cabeludo: mas afinal de contas, o que pode ser espinhas na cabeça? A boa notícia é que isso não significa nada grave e dá para amenizar bastante o incômodo!


O que são espinhas no couro cabeludo?

Normalmente as espinhas na cabeça significam que algum folículo capilar está entupido. Esse entupimento pode ser causado pelo acúmulo de sebo, produtos de cabelo mal removidos na lavagem e até células que acabam ficando presas nos poros.

É bom lembrar que esse problema acontece com mais frequência em quem tem o couro cabeludo oleoso e também em pessoas que tendem a suar mais na cabeça. O que acontece é que o suor e a produção excessiva acaba contribuindo para sobrecarregar os poros.


Como tratar?
Uma vez que a espinha aparece no couro cabeludo, a dica mais importante é não espremer! Assim como as espinhas do rosto, essas inflamações na cabeça não devem ser cutucadas justamente para evitar que bactérias entrem em contato com a lesão. Partindo desse princípio, o melhor tratamento é:

– Use shampoos e condicionadores que ajudem a reequilibrar a oleosidade nos fios e no couro cabeludo;

– Em alguns casos, é possível que o dermatologista aplique um produto específico para tratar a inflamação – como uma dose de cortisona, por exemplo.

6 tendências de coloração para 2019



Todo ano as tendências de coloração variam bastante, e para 2019, as tendências serão os cabelos um pouco mais escuros e com muita personalidade.


Cabelo loiro degradê


Uma das tendências para o próximo ano é o efeito degradê,  que começa com a raiz mais escura e vai clareando gradualmente até as pontas. O estilo é perfeito para as morenas que querem assumir um visual um pouco mais claro, mas não querem fazer uma mudança muito ousada. 

Castanho chocolate


Para as donas de fios escuros que querem continuar morenas, o castanho chocolate é a principal aposta para o novo ano. Ele é um tom de castanho escuro mais vibrante, que deixa qualquer cabelo lindo e super moderno. Se os tons amarronzados são a sua escolha, você precisa experimentar essa cor em 2019!



Luzes marcadas

Para quem prefere uma mudança mais discreta, as luzes também são ótimas opções. Nas próximas estações, as mechas bem marcadas prometem fazer sucesso, principalmente na parte da frente do cabelo. Essa é uma ótima forma de manter os fios na cor natural, mas aproveitar para iluminar um pouco mais o visual.



Blorange

Apesar do nome difícil, a cor já está super em alta! É aquele tom de rosa claro meio alaranjado, que tem tudo a ver com o Coral Vivo, a cor de 2019, segundo a Pantone. Se você adora colorações fantasia e está pensando em fazer uma mudança mais radical, essa cor é perfeita para você!



Loiro platinado

Se você não abre mão dos fios claríssimos, a tendência para esse ano são os loiros com fundo acinzentados. Os tons claros mais frios vão ser tendência no próximo ano e são uma ótima escolha tanto para quem já tem as madeixas descoloridas como para quem quer experimentar o estilo. Que tal platinar os fios em 2019?



Marsala

Se o que você procura é um tom de ruivo, o marsala é a principal tendência. Ele já fez muito sucesso em 2018 e promete continuar super em alta no ano que vem. Essa tonalidade mais escura, que se aproxima do vinho, já vem fazendo sucesso e promete bombar ainda mais em 2019.

Falsa Caspa!

A caspa é um problema bem comum, mas você sabia que nem sempre os floquinhos brancos são realmente caspas?


A boa noticia é que a caspa falsa é muito mais simples de evitar. Quer aprender a identificar a falsa caspa e o que fazer para acabar com o problema? Confira as nossas dicas:

O que é a falsa caspa?
Ela nada mais é do que o acúmulo de cremes de pentear no fios. Pode ser que você esteja usando creme demais ou da forma errada.
Depois que o creme seca nos fios, o excesso começa a se soltar e cria uma falsa aparência de que você esta com caspa. Se isso acontece com você, Não se preocupe que existe três formas de acabar com esse problema.

Saiba a melhor forma de usar o creme
As mulheres com cabelos cacheados ou crespos sabem que para deixar os fios lindos e do jeito que gosta às vezes é necessário usar vários produtos.
– Não adianta exagerar na quantidade.

Aposte na hidratação dos fios
Outro motivo comum para a falsa caspa é o ressecamento das madeixas. Se o seu cabelo não está bem hidratado, a chance dos produtos acumulam nos fios é muito maior. Então, é importante investir em uma hidratação poderosa.
Uma boa ideia é montar um cronograma capilar, que é uma ótima escolha para manter os cabelos cacheados e crespos bem saudáveis. Assim, os fios ficam muito mais sedosos e menos propensos a terem falsa caspa.

Como desembaraçar cabelos finos

Quem tem cabelos finos sabe bem que os fios embolam com muita facilidade (depois do banho, ao longo do dia, na hora de despachar penteados). Mas afinal, como desembaraçar as madeixas sem provocar a queda dos fios?



– Comece apostando em um shampoo e condicionador hidratante
Cabelos finos costumam sofrer com ressecamento nas pontinhas e isso acaba sendo um dos motivos que coalharam para a formação de nós. Para se livrar desse problema, experimente a nossa linha Equilibrium.
Com a hidratação já começando no banho, vai ficar mais fácil driblar os nós na hora de pentear os fios.

– Desembarace o fio com a pontinha dos dedos no banho


Depois de lavar com o shampoo, aplique o condicionador nas pontas e vá penteando os fios com as mãos, delicadamente e com bastante paciência.
Esse processo é mais gentil do que o feito com o pente por causa do condicionador os fios ficam mais maleáveis ao toque.


– Só penteie os cabelos úmidos e começando pelas pontas


Fios molhados são mais elásticos e frágeis, por isso, a chance de partirem ao serem penteados imediatamente depois do banho é bem maior.
O melhor caminho é esperar até que o excesso de umidade saia e então desembaraçar os fios das pontas até chegar na raiz.

Cabelo e o verão

O verão finalmente chegou!!
E nessa época que mais precisamos cuidar dos fios, por causa dos banhos de mar.  O excesso de sol e água salgada podem prejudicar a saúde dos fios e deixá-los opacos e ressecados.

Quer saber o que você pode usar para proteger os seus fios? A Frauenkopf preparou algumas dicas para deixar os cabelos lindos durante o verão inteiro.


Óleos vegetais nutrem os fios e protegem do sal do mar


A água salgado do mar provoca danos à estrutura do seu cabelo deixando aquela sensação de que o cabelo está ressecado e mais áspero.
E os óleos capilares podem evitar que isso aconteça, pois ele cria uma camada protetora ao redor dos fios e não deixa que o seu cabelo sofra.

Leave-in também protege contra o sol

Ele também vai criar uma película de proteção ao redor dos fios e evitar que os danos da água salgada e altas temperaturas atinjam seu cabelo.
Para garantir que a proteção permaneça ao longo do dia, o ideal é reaplicar o produto toda vez que mergulhar, assim você consegue aproveitar o melhor do verão sem abrir mão da saúde e beleza do seu cabelo.

Outros cuidados


Além dos produtos, existem outros cuidados importantes que você pode tomar para deixar os fios saudáveis, macios e cheios de brilho no verão.
– Tome sempre uma ducha de água doce depois de mergulhar na água salgada (o mesmo vale para as piscinas com cloro)
– Use um shampoo antirresíduos depois de alguns dias na praia
– Aproveite o verão e deixe o secador e a chapinha um pouco de lado.


Conheça a linha High Repair que foi desenvolvida para restaurar de forma rápida e eficiente cabelos quimicamente e/ou naturalmente danificados.

CHAPINHA: 4 DICAS QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE USAR

A chapinha pode ser uma ótima opção para finalizar o cabelo e deixá-lo ainda mais perfeito para o dia a dia. Ela é uma é uma solução rápida e prática para alisar os fios, mas as altas temperaturas da chapinha podem acabar danificando o cabelo.

Os danos causados pelo excesso de calor se resumem em frizz e pontas ressecadas.

Mas tudo tem uma solução, confira nossas dicas.

1 – SEQUE BEM O CABELO ANTES DE USAR A CHAPINHA
Um erro que muitas pessoas comentem é alisar os fios com a chapinha no cabelo ainda úmido. O cabelo quando está molhado fica mais frágil e ao usar a chapinha nesse momento aumenta a perda de água nos fios, que podem ficar bem mais ressecados. Então para evitar o ressecamento, certifique-se de que seus cabelos estejam totalmente secos.

2 – USE PRODUTOS COM PROTEÇÃO TÉRMICA
Mesmo que o seu cabelo esteja totalmente seco, o calor ainda pode prejudicar o seu cabelo principalmente se você usa a chapinha com muita freqüência. Por isso, antes de alisar os fios, é fundamental usar nossos finalizadores como o Be Liss, Diamant Reflekt, Only Onee o Glanz Spray.
Nossos produtos criam uma película protetora em volta dos fios, evitando que o calor danifique tanto o cabelo.

3 – CUIDADO COM A TEMPERATURA DA CHAPINHA
Outro fator que pode aumentar os danos, é a temperatura da chapinha. Normalmente as pessoas usam a ferramenta em temperatura mais alta do que o necessário, fazendo com que os fios fiquem prejudicados e sem aumentar a capacidade do alisamento.
Se seus fios são bem finos, use chapinha entre 150 e 160 graus, já para os fios mais grossos, você pode ajustar a temperatura para até 200 graus.
Evite usá-la mais quente do que isso, pois vai aumentar o ressecamento do seu cabelo e pode provocar mais o frizz.

4 – INVISTA NOS CUIDADOS COM AS PONTAS RESSECADAS
Se você usa com freqüência, já deve ter percebido que as pontas costumam ficar mais frágeis e ressecadas. Um sinal é que a cor nas pontas fica mais clara que na raiz, além da aparência mais seca.
Se isso acontecer, suspenda por um tempo o uso da chapinha e invista em uma hidratação profunda.